Após recomendação do MP, show da cantora Joelma é cancelado no Maranhão

  • 23/06/2022

Após recomendação do MP, show da cantora Joelma é cancelado no Maranhão

Segundo o Ministério Público, custos com a apresentação em Raposa estavam estimados em R$ 867 mil. No entanto, a empresa que contratou a cantora, a Prefeitura e a assessoria de Joelma contestam os números e dizem que o cachê seria de R$ 160 mil. Cantora Joelma Reprodução/Redes sociais A Prefeitura de Raposa, município localizado na Região Metropolitana de São Luís, informou nesta quinta-feira (23), o cancelamento do show da cantora Joelma, que seria realizado no dia 29 de junho, durante uma festividade junina promovida pelo Município, no Viva da Raposa. A decisão da suspensão da apresentação foi tomada após uma recomendação do Ministério Público do Maranhão (MP-MA), que pedia o cancelamento da apresentação. Segundo o MP, os custos com a apresentação estavam estimados em R$ 867 mil e o dinheiro seria remanejado de custos com a saúde para cumprir despesas com as festividades juninas. Por outro lado, a empresa que contratou Joelma, a Prefeitura de Raposa e a assessoria da cantora contestam esse valor [Leia o outro lado no final da reportagem]. MP pede a suspensão do show do cantor Wesley Safadão no aniversário de cidade no Maranhão O contrato para a promoção do show foi firmado entre o município e a empresa E de J DA SILVA EIRELI. Além da apresentação da cantora, o Ministério Público também recomendou o cancelamento das demais atrações artísticas que iriam se apresentar durante o evento. O que diz o outro lado Por meio de nota, a empresa E de J DA SILVA EIRELI informou que o show da cantora Joelma iria custar somente R$ 160 mil, não R$ 867 mil. Esse valor seria integralmente pago com verbas aportados pelo Estado do Maranhão, por meio de programa de incentivo à cultura. A empresa diz ainda que o valor mencionado pelo Ministério Público é referente ao contrato de um ano com o Município de Raposa para a realização de outras festividades na cidade e afirma ter transparência e seriedade na condução dos seus negócios. Ao g1, a assessoria da cantora Joelma também afirmou que o cachê foi negociado em R$ 160 mil e que não foi citada em qualquer ação. A Prefeitura de Raposa foi na mesma linha da E de J DA SILVA e da assessoria da Joelma. Em nota, informou que o custo do Arraia do Pescador não são de natureza Municipal, mas sim transferidos pela Secretaria de Cultura do Estado do Maranhão, através da Lei de Incentivo a Cultura, em parceria junto ao Grupo Mateus e a E de J DA SILVA. "Destacamos ainda que em nenhum momento previu-se utilizar recursos da Saúde do Município de Raposa, sendo que todos as possíveis despesas seriam alocadas pelo Gabinete do Prefeito, através do orçamento próprio da Secretaria Municipal de Administração, ante a suplementação de despesa prevista no artigo 7 da Lei Orçamentária Anual. Ressaltamos que o montante de R$ 800 mil na verdade refere-se a todos os eventos do Município durante o período de 12 meses, que, por sinal, seria arcado pela própria empresa. Se faz importante esclarecer também que a contratação da cantora Joelma estava acertada ao valor de R$ 160 mil e não de R$ 800 mil. Por fim, reiteramos que a Administração de Raposa prima pela transparência e regular aplicação dos recursos públicos, ocasião em que desde já esclarece que esta disponível para apresentar qualquer esclarecimento por ventura necessário", diz a nota.

Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. The Beatles

Don't Let Me Down

top2
2. King Crimson

Epitaph

top3
3. Nina Simone

Feeling Good

top4
4. Queen

Somebody To Love

top5
5. Roberto Carlos

Lady Laura

Anunciantes